Estou a viver a quarentena sozinha...

Os dias estão a passar e cada vez mais está a ser difícil aguentar a quarentena, pois vivo sozinha num apartamento pequeno no centro de Lisboa.

Só saio para comprar comida.

No início estava a ser fácil e tinha algumas coisas para fazer que estavam atrasadas em casa, mas agora nada tenho para fazer em casa…

Já limpei toda a casa, já mudei a disposição de alguns móveis e nada mais sei que fazer…

Começo a ficar angustiada e com ansiedade.

O que posso fazer para gerir todo este stress emocional?


Como Coach, existem muitas perguntas que poderia fazer para entendermos a origem profunda de todo o stress emocional que está a sentir e para poder orientá-la com especificidade.

No entanto, do que que me fala, interpreto que esteja a sentir um cansaço interno que começa a reflectir-se no corpo, através de dores em alguns músculos e dificuldades de sono, o que é perfeitamente natural acontecer por estar completamente isolada do mundo, sem rotinas de interacções e contactos pessoais.



O que seria importante reflectir e trabalhar desde já, seria a crença que expôs quando diz que já fez tudo o que poderia ser feito dentro de casa e de que não há mais nada que possa fazer.


Esta crença, no que me parece, pode ser a raiz da sua angústia e ansiedade.

A minha sugestão seria de que pensasse em todas as coisas que foi adiando fazer por falta de tempo, no âmbito intelectual

Ler o que lhe desperta curiosidade, ver filmes ou séries que lhe interessem, aprender sobre algum tema que já queria aprender, fazer cursos gratuitos online, entre outras coisas.



Deixo uma pergunta que pode originar toda a sua reflexão – O que quer saber e aprender que não sabe?

A partir das respostas que encontrar poderá orientar toda a sua acção e certamente terá muito para fazer durante o tempo da quarentena obrigatória, e garanto que se o fizer vai ter a sensação de que os dias serão curtos!


Deixo também algumas outras sugestões, tais como criar uma lista de pessoas que gostaria de contactar depois da quarentena.

Estas pessoas podem ser pessoas já conhecidas ou pessoas das redes sociais que ainda não conhece pessoalmente!


Outra sugestão passa por criar uma pequena rede de contactos diários com pessoas próximas que sejam positivas e lhe transmitam boa energia. Diariamente, faça vídeo chamadas com essas pessoas!


Outra sugestão que lhe faço passaria por contactar pessoas que estejam a precisar de ajuda. Pessoas que também vivam sozinhas e que sente que poderia ajudar-lhes!





Estou convicto de que se utilizar estas simples e fáceis sugestões, os seus dias começarão a ser curtos para tudo aquilo que poderá fazer.

Da minha parte, desejo conhecê-la pessoalmente quando tudo isto passar, ao sabor de um intenso quente café acompanhado de um chocolate amargo, tendo o mar e sol no horizonte para nos perdermos numa conversa agradável e relaxante.

69 visualizações