O Poder da repetição

Atualizado: Jun 4


A repetição, em qualquer contexto da nossa vida, permite-nos obter uma maior regularidade emocional, sendo que é importante distinguir que regularidade e equilíbrio tem significados completamente diferentes, pelo que é fundamental ter sempre presente uma atitude de auto-observação e auto-reflexão, para que sejamos mais flexíveis a cada momento que compõe a nossa vida.

A regularidade emocional, sem o equilíbrio ou adaptabilidade ao contexto, pode levar a um acomodamento e inconsciência emocional, que poderá afetar profundamente as nossas vidas, levando-nos a uma estagnação e uma autodestruição subtil e silenciosa daquilo que de bom temos nas nossas vidas.


A regularidade emocional pode ser definida como a continuidade e a constância de uma determinada emoção; o que sem sempre corresponde a um equilíbrio ou a uma adaptabilidade da emoção ao contexto vivido.

O equilíbrio emocional pode ser definido como um sistema de forças auto-controladas que oscilam em adaptação e consonância com as vivências, permitindo-nos agir em coerência com as situações que vivemos diariamente.





Mas a repetição é algo favorável ou desfavorável às nossas vidas?

A repetição é algo importante ou está sobrevalorizada?

E em que medida a repetição nos afeta?


A repetição é bastante favorável à aprendizagem, pois sem repetição não há um real conhecimento, apenas informação não materializada que irá depositar-se no nosso cérebro sem qualquer utilidade prática na vida...


Nós aprendemos por meio da repetição, e é através da repetição que organizamos qualquer informação na nossa mente, seja um pensamento ou uma ação, tal como explicam diversos neurocientistas como Francisco Mora, Catherine Loveday e outros.


A repetição pode tornar-nos emocionalmente mais seguros e deixar-nos mais confortáveis.

Ter a segurança de saber o que vem a seguir e ter uma rotina familiar e social regulada, pode ser muito útil e funcionar para muitas pessoas, ajudando-as a gerir níveis de ansiedade, inclusive.

Na verdade, não ter que lidar com muitas situações novas nem ter que lidar com muitos desafios desconhecidos, é algo confortável.

Quanto menos coisas novas enfrentamos diariamente, menos inseguros nos sentiremos, pois certezas trazem segurança e conforto.



Por outro lado, a repetição pode ser algo desfavorável porque podemos ser entendidos como inautênticos e pouco originais.

Um exemplo seria a linguagem robótica e repetitiva de políticos, diplomatas, oradores e palestrantes que preparam em demasia os seus discursos e respostas perante o público, discursando como se tivessem a seguir um determinado roteiro, em que a repetição pode conduzir a uma ausência de paixão e alma, perdendo a sua humanidade e sentimento, sendo entendidos como falsos e mecânicos.



A repetição pode também ser destrutiva!

Os padrões de comportamento compulsivos funcionam como um verdadeiro aprisionamento mental e físico a algo viciante, criado ou não, por nós.

Os viciados repetem a mesma ação indefinidamente, mesmo que a substância consumida já não provoque prazer.

O que acontece é que quando repetimos algo que nos faça sentir bem, teremos a tendência de o fazer infindavelmente, mesmo que essa repetida ação deixe de nos proporcionar prazer e bem-estar!

A repetição pode aprisionar-nos!

E é possível que cheguemos a um determinado momento que nos queiramos libertar, mas a verdade é que a força da repetição já nos colocou numa espiral automática, em que sair dela pode ser um verdadeiro desafio!


A conclusão final é que a repetição nos traz melhorias e conforto nas diversas áreas da nossa vida, fazendo-nos obter resultados desejados, e uma gestão consciente e reflexiva dos hábitos e rotinas pode evitar que tombemos na armadilha da acomodação e desvalorização do que é bom e nos faz sentido viver energética e apaixonadamente.




Pedro Gomes - Especialista em relacionamentos e processos de gestão emocional

+ Especialista em Coaching pessoal e emocional (célula profissional Nº S495-2017PT), Portugal

+ Especialista em PNL com especialização em foco terapêutico e emocional, Portugal

+ Especialista em Inteligência Emocional, Universidade Isabel I, España

+ Master em Psicologia Holística, España

+ Especialista em Sinergologia Aplicada à Comunicação, Espanha

+ Especialista Inteligência Emocional Neurociência, España

+ Formador Profissional certificado na área do Comportamento Humano, Portugal

+ Orador, Escritor, Consciencializador e Palestrante Motivacional

Facebook: Pedro Gomes

Website: www.pedrogomescoach.com

Email: apedrogomesa@Outlook.pt